Conheça quem apoia os nossos resgates.
Nos ajude mensalmente. Saiba como!
Assista aos vídeos do nosso dia a dia.
Siga-nos pelas redes sociais.
Dúvidas? O Rancho Responde!
Bootstrap Slider
Página Inicial Cotia-SP, 12 de Agosto de 2020



Área do Associado

E-mail:
Senha:
Lembrar senha 




As últimas notícias e novidades do Rancho dos Gnomos


Inaceitável jogo de empurra

Em 22/11/2012, a Secretaria do Meio Ambiente/SP entrou em contato com o Rancho dos Gnomos e solicitou que resgatássemos um bicho preguiça que estava na cidade de Embú das Artes(SP), que faz divisa com Cotia(SP).

Chegando ao local, ouvimos o relato da Sra. Cristina, que pegou o preguiça e o colocou em uma gaiola improvisada. Ela relatou que teve um desmatamento próximo a sua casa e que esse bicho preguiça estava no meio da pista. Cristina colocou-o em um fragmento de mata, mas ele retornou para a pista. Este procedimento foi feito por três vezes, com muita boa vontade; mas, sem experiência no assunto, ela viu que precisava de orientação e então começou uma maratona em busca de ajuda para o estressado animal.

Eram 9 horas da manhã quando ela ligou para as prefeituras de Embu e Cotia, assim como para os Bombeiros, IBAMA, Polícia Militar Ambiental, Zoológico de São Paulo (que informou que, caso ela levasse o animal até lá, ela seria presa) e, por último, ligou para a SEMA/SP (Secretaria Estadual do Meio Ambiente/SP). Cristina estava indignada com a situação vivida: passou o dia com um animal silvestre, ligando sem sucesso para todos os órgãos oficiais.

Fomos até o local e pegamos o jovem preguiça. Agora ele está em observação, alimentando-se bem e se integrando ao grupo.























Cristina nos perguntou: "- O que fazer quando nós, cidadãos, nos deparamos com um animal silvestre em perigo???"

Alguém pode responder a pergunta da Cristina???


Enfim, LIBERDADE!

Em 26/11/2012, por volta das 20hs, saímos rumo ao Mato Grosso do Sul levando 138 aves (araras e papagaios) e um mutum.

Essas aves, oriundas do famigerado tráfico de animais, chegaram ao Rancho dos Gnomos por meio dos órgãos oficiais, onde permaneceram para completa recuperação.

Apesar da viagem longa e cansativa, todas as aves foram monitoradas em tempo real, através de webcams instaladas na carreta-transporte.

O calor era muito forte, o que deixava a viagem ainda mais incômoda, mas chegamos todos bem no destino final, na cidade de Itaquiraí/MS.

Nas fotos: a saída da van com a equipe do Rancho dos Gnomos da sede do Santuário; o monitoramento das araras pela webcam instalada na carreta, transmitindo imagens em tempo real; parada noturna para a checagem dos animais; e araras curtindo a viagem enquanto aguardam o grande momento de suas vidas:



A equipe animada para mais uma viagem em nome da liberdade dos animais:



Durante a viagem:









No local do nosso ponto de chegada, todas as aves foram remanejadas para grandes viveiros, onde permanecerão em período de aclimatização. No final do mês, retornaremos para a fazenda e acompanharemos a soltura juntamente com o CRAS/MS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres):





Marcos respondendo e-mails e Croco enviando material para a postagem no Facebook do Rancho sobre os acontecimentos (também foram transmitidas imagens em tempo real da carreta dos animais durante a viagem):



No retorno para São Paulo, atendendo a solicitação do CRAS/MS, trouxemos duas jovens onças suçuaranas, vítimas das queimadas de cana de açúcar, onde suas mães possivelmente foram mortas.

Caminhões carregados de cana:



Preparação da carreta de transporte para acomodar as oncinhas pardas que estavam prestes a chegar:



Antes do anoitecer, as aguardadas oncinhas pardas chegaram com o IBAMA. Fotos da transferência delas para a carretinha de transporte embaixo de uma chuvinha refrescante:





Silvia e Marcos, juntamente com os idealizadores do projeto da fazenda onde as araras, papagaios e mutum serão soltos:



Prints do vídeo que foi transmitido ao vivo durante a viagem de volta para Cotia/SP, pela webcam instalada na carreta de transporte:



Parada para refrescar os animais devido ao forte calor que fazia na estrada:



Nossos agradecimentos à família do restaurante XIRU'S, que serviu um super almoço fora de hora para toda a equipe do Rancho dos Gnomos:



Chegando no Rancho:



Desmatamento e queimada não foram as únicas tristezas que vivenciamos nesta viagem. Em todas as paradas, pudemos constatar a falta de conscientização de alguns brasileiros em relação aos animais e ao meio ambiente. Seguem todos os comentários que ouvimos na ida e na volta:

(IN)CONSCIÊNCIA:
S.O.S Brasil

Saída: 26/11/2012
Retorno: 01/12/2012


IDA
Araras /Papagaios (Vítimas do Tráfico)


• É para vender?
• Vocês estão vendendo?
• Quanto é a arara?
• Quanto é o papagaio?
• Vocês são do Zoológico?
• Vocês vão fazer exposição aqui no shopping? (Maringá/PR)
• São de estimação?
• Vocês estão amansando?
• Eu vejo isso como dólar.
• Eu estava chamando a polícia para vocês!!
• Dá uma para mim?


VOLTA
Onças (Vítimas da Queimada de Cana de Açúcar)


• Elas vão para o zoológico?
• É de estimação?
• Elas são brutas?
• Elas são domesticadas?
• Vocês são de circo?
• Vocês são do zoológico?
• Elas são mansinhas?
• Parece gato!!
• Olha o latidinho dela!!
• Vocês caçaram elas no mato?
• Tem muito disso aqui pra cá! (Douradinho/PR)
• Tem muitas atropeladas!! (MS)
• Por aqui isso aí é praga!!
• É leoa?
• Ela não vai pular pela janela? (assistindo no monitor que transmitia ao vivo a viagem)
• Ela come o mato que está na carreta? (o feno para acomodá-las)
• Por que não se vê mais esses animais em circo?
• Isso aí fica bom na parede!!


Além disso, atravessamos todo o estado de São Paulo e não fomos parados nenhuma vez para averiguação de documentação. É quase inacreditável isso, pois as aves faziam a maior gritaria, chamando a atenção por onde passávamos...

É obvio que a falta de consciência ambiental não é total, mas é o suficiente para colocar o tráfico de animais atrás somente do tráfico de drogas e armas.

Quanto às queimadas em canaviais, nós, usuários direto dos subprodutos da cana de açúcar (álcool, açúcar, biocombustível, etc.), temos que pressionar e exigir de nossos governantes medidas mais rígidas, proibindo de fato as queimadas onde animais e os trabalhadores cortadores de cana acabam levando a pior.

Nossa gratidão aos amigos e colaboradores:

- Cláudia Rimini, que desde o início acreditou no projeto de recuperação das aves e possibilitou toda a estrutura necessária.

- Márcio e Rosangela que deram uma força para a viagem.

Somente com a união de todos é que conseguimos sucesso nas ações.

Remanejos

Em 08/12/2012, diversos profissionais e voluntários vieram ao Rancho dos Gnomos para os procedimentos com os grandes felinos. Os tigres Bengalinha e Faruk foram remanejados para os recintos novos. Taj (onça suçuarana macho) foi esterilizado e Serena (onça pintada) remanejada para um recinto melhor.

Foi um dia muito agitado, mas tudo ocorreu bem.























Os procedimentos foram embalados pelo som de Mantras, enquanto a bióloga Andréa cuidava de toda parte energética e os demais profissionais empenharam-se nas suas especialidades. Outros voluntários davam o suporte onde se fazia necessário.

Remanejo de Faruk:

































Remanejo do Bengalinha:

























No final do dia, foi possível acompanhar os tigres fazendo o reconhecimento de suas novas casas.

Bengalinha, como sempre, adorou a sua piscina nova e ficou horas se refrescando e brincando com a Jungle Ball.











Faruk, após andar por todo o recinto, deu preferência para a sua nova gruta. Ele está calmo, tranquilo e conseguiu perceber que, aqui no Rancho dos Gnomos, ele é muito amado e está seguro. Seu comportamento está totalmente diferente de quando o resgatamos no zoológico interditado em Salete/SC.













Vejam o antes e depois de Faruk:



É incrível o poder da energia do amor. Cenas únicas de pura emoção e contentamento.

Gratidão a todos que participaram direta e indiretamente desta ação.

Veterinários:
Eliana
Fábio
Fábio Futema
Fernanda
Jaqueline
Kelli
Lívia
Patricia
Soraya

Biólogos:
Andréa
Matheus Croco

Voluntários:
Amanda
Beto
Faye
Natália

Colaboradores:
O Alquimista – Farmácia de Manipulação
Claudia Rimini
Beatriz – Empresa Davol

E agradecemos também a toda equipe do Rancho dos Gnomos.

"Toda força será fraca se ela não estiver unida"

Vídeos para associados

Na Área do Associado, em nosso site, postamos dois vídeos exclusivos para os associados do Rancho dos Gnomos, pois sem este importante apoio, nosso trabalho não seria possível. Se você é associado do Rancho, não deixe de assistir e acessar o conteúdo disponível: http://www.ranchodosgnomos.org.br/

Um forte abraço,
Família Rancho dos Gnomos